Clique aqui

23 julho 2009

Natércio, o artesão das pedreiras



Aos 79 anos, Natércio Pereira de Araújo é o único alfaiate que ao longo de algumas dezenas de anos confeccio­na produtos Maçônicos no Estado do Rio Grande do Norte. Nasceu em Jardim de Piranhas/RN e casou-se com Maria do Socorro de Medeiros de Araújo em 1958, união da qual nasceram os filhos: Natércio Júnior, Olga Suely, Teógenes e Sheyla.

Desde o ano de 1984, em que se senta em fren­te à sua velha máquina de costura "Singer", o artesão já perdeu a conta do número de aventais, alfaias, Balandraus e bolsas que costurou. Recorda que o incentivo foi de Alípio Barbosa da Silveira, Obreiro da Loja “Filhos da Fé”. “Devido à dificuldade de encontrar aventais e alfaias, Alípio mostrou-me uma foto de um avental e perguntou: Voçê é capaz de fazer igual? Até hoje continuo a fazer”, diz Natércio.
Quando começou, o avental do GOIERN ainda era azul.


A fita métrica para tirar as medidas do cliente, as diversas tesouras para cortar e talhar os tecidos, o giz para desenhar os cortes, o ferro para assentar costuras e engomar são os principais utensílios de Natércio.

Ele confecciona alfaias, faixas e aventais de todos os Ritos, Bolsas, Balandraus e diversos outros produtos Maçônicos.

Ao iniciar na Maçonaria, em 1980, na Augusta Benemérita e Benfeitora Loja Simbólica “Filhos da Fé”, jurisdicionada naquela época ao GOB/RN e hoje ao GOIERN, Natércio exerceu quase todos os cargos em Loja e, chegou em 1995 a exercer o cargo de Venerável Mestre da Centenária “Filhos da Fé”.


Natércio também é filiado à Augusta e Benfeitora Loja Simbólica “Emídio Fagundes” e exerceu, por nove anos, o cargo de Deputado da Augusta e Respeitável Loja Simbólica “Bet-El”, do Oriente de Mossoró/RN, da qual é membro Honorário.

“Me sinto um pouco triste, porque nenhum filho meu se interessou pelo Ofício, e também pela Ordem Maçônica”, lamenta.

Mas nem só na arte da costura Natércio mostra sua genialidade. Ele também é maestro e compositor. No ano do Centenário da Loja “Filhos da Fé”, ele compôs um Hino em homenagem a Loja, vejam a letra abaixo:


Hino do Centenário da Loja Filhos da Fé


Uma estrela nasceu no passado
Como um raio de luz e de fé

Parabéns pelo teu Centenário
Fundadores da Filhos da Fé
Parabéns pelo teu Centenário
Benfeitores da Filhos da Fé

Salve, Legião de Obreiros
No Oriente do Natal

Comemorando o Centenário
Fazendo o bem, evitando o mal
Sob o espírito do mar do Universo
Força viva mantida de pé

Parabéns pelo teu Centenário
Fundadores da Filhos da Fé
Parabéns pelo teu Centenário
Benfeitores da Filhos da Fé

Salve, Legião de Obreiros
No Oriente do Natal.

Comemorando o Centenário
Fazendo o bem, evitando o mal


É de sua autoria, também o Hino da Loja Maçônica “Evolução II”, GOB/RN, da qual receberá uma comenda homenageando-o, no próximo dia 18 de agosto, na Sessão de comemoração do aniversário de fundação da Loja.

Em sua residência, na Rua Santo Antonio, 719, Natércio atende pacientemente os Maçons e Lojas que o procuram para confecção de produtos Maçônicos. O seu telefone para contato e encomendas é: (0xx84) 3221.5503.
Com a proteção do Grande Arquiteto do Universo e com a ajuda do dedal que protege o dedo médio que normalmente empurra a agulha, o Mestre aguarda um sucessor para continuar a sua obra.

2 comentários:

  1. Eu sou o filho desse careca maravilhoso. Meu pai é tudo de importante na figura paterna de um homem, que uma criança deve ter ao seu lado. Em todos os momentos da vida, sejam eles bons e tranquilos ou alvoroçados, como nas guerras internas dessa linda nação brasileira. Meu pai em todos os momentos foi, antes de tudo, patriota e abgnegado pela farda da Marinha do Brasil, e esses traços passaram para os filhos e nós vamos tentar passar aos nossos filhos. Eu nunca vi meu pai se colocar no meio da balança; ele sempre pendia suas energias distintamente e comunhando com os desejos de sua esposa e minha mãe, Maria do Socorro Medeiros de Araújo. Eles nasceram um para o outro; ele para o sustento e vóz final da família e ela para o zelo e carinho por uma turma das boas...kkkk. Eu nunca dei pouco trabalho para minha mãe, mais sei que por esse amor que doou aos filhos, guarda um canto junto ao Criador. Meus pais, falar deles sem tecer uma linha sobre ela não é possível. E o melhor, fizeram cinquenta anos de casados ano passado, em janeiro e foram refazer os votos do casamento no Rio de Janeiro, e eu fui o único filho a não ir; fiquei aqui rezando para dar tudo certo com todos eles lá na terra santa. Liguei antes do casamento para o careca e perguntei se ele tinha coragem de casar-se com mamãe novamente; é, pois depois de 50 anos ele sabe a mulher que tém, e eu digo: mamãe é dura na queda. E estão felizes, assim espero, quatro filhos, em dois casais, eu, minha irmã, meu irmão e Nina, Nina é a raspa de taxo. Bem senhores, essa é nossa família, unida e amada. Católicos praticantes e confiantes que o amor ao próximo é a única lei de DEUS: AMAI-VOS UNS AOS OUTROS, COMO VOS AMEIS.
    Eu fui até o dia 23/07/09 Natércio Pereira Junior e do dia 24/07/09 sou Natércio Pereira de Araújo Juniior. Natal 25/07/09.Obrigado.

    ResponderExcluir
  2. Rogério Costa Pereira18 de abril de 2011 14:04

    Ir. Natércio:
    Amanhã (19/04) vou fazer 48 anos. No dia 27/04 é o dia em que eu iniciei na Augusta Loja Filhos da Fé, no ano de 1990. Atropelos na vida me fizeram afastar por longos anos dos irmãos. Mas, nesses dias estou com uma coisa me cutucando para voltar. Acho que chegou a hora do filho pródigo voltar. Hoje, segunda-feira, quem sabe eu não apareça para ver como fica a minha situação?
    Um TFA.

    ResponderExcluir